17.abr
Keeping Up With Kendall: Zach Baron passa dois dias com Kendall em Paris

Como postamos aqui, Kendall recentemente fez um photoshoot pra revista GQ WOMEN, as fotos foram liberadas nessa terça (14),  e o repórter Zach Baron, passou um dia todo com nossa modelo favorita, e a reportagem completa, que mostra um dia com Kendall, nossa equipe traduziu para vocês. Confira abaixo:

 

Ela tem sido rica desde o dia que nasceu. Ela estava na TV antes que pudesse dirigir. Ela é uma modelo de moda elite desde que tem 18 anos. Agora Kendall Jenner é uma das mais seguidas e mais fotografadas pessoas do mundo, e ela ainda pode ser a terceira (quarta? sexta?) pessoa mais famosa da sua própria família. GQ enviou Zach Baron a Paris Fashion Week para tentar conversar com a mais nova estrela das Kardashians.

O sol nasce e derrama um oceano de luz em Paris numa manhã de quinta-feira no início de março, e Kendall Jenner está ao volante de um carro Smart, que contém dois lugares e três pessoas. Ashleah, agente de Kendall/amiga, estende um braço para tirar uma selfie, e um homem desnorteado instrui Kendall para virar a direita até a Avenue de la Grande Armée.

Kendall Jenner tem 19 anos, essa é a sua quarta, quinta ou sexta vez em Paris desde o último ano (ela não tem certeza), tem passado rápido e ela geralmente está aqui pra trabalhar, ela foi para Paris, em outras palavras, mas não realmente. Agora ela está tentando sair, ver a cidade um pouco. “Há um arco”, diz Kendall, apontando para cima em frente ao Arco do Triunfo.

Nós fazemos um par de anéis de espuma ao redor do monumento aos mortos de guerra francês. Kendall, em óculos de sol, uma blusa rosa pálida e tênis Chloe, está rindo, como uma garota de LA. Ela tem a qualidade única de certos modelos de moda que se parece com alguém que você poderia ter ido para a escola, e então a luz toca o rosto dela de uma maneira específica. Ela nos desliza para baixo a Champs-Élysées a Avenue George V e se levanta no Four Seasons, onde todos nós saímos para fora do carro em um círculo repentino de flashes.

No andar de cima, Kendall bate em uma porta, e no outro lado da porta é sua mãe, Kris Jenner, vestindo apenas um roupão com estampa de leopardo. Seu cabelo está molhado e penteado para trás, sua pele está úmida e bem oleosa. “Entre”, diz ela, nos arejados tons de ameaça de morte que conheço tão bem a partir da televisão. Há uma tigela de frutas maduras, sacos de compras Chanel espalhados pelo tapete amarelo limão. Um cavalheiro estilista trabalha em seu cabelo enquanto ela me pede para se sentar. Kris se vira para Kendall e pergunta com grande interesse: “Com quem você saiu noite passada?”

Kendall então responde, “Gigi …” Se referindo a Gigi Hadid, uma das amigas mais próximas de Kendall, que inclui toda uma nova geração de modelos de alta costura, como Cara Delevingne, Joan Smalls, e Karlie Kloss – uma equipe de jovens mulheres que, juntas, contrariou o anonimato do trabalho do século XXI, para se tornar, por pura vontade modelos que mantem atualizações diárias no Twitter. Supermodelos, em outras palavras, do tipo que não se via desde Gisele e Naomi e Kate. Uma gangue de meninas notáveis por serem bonitas e se divertirem, por tratarem a fama como um prado alpino cheio de flores para tirarem fotos e, em seguida, postarem no Instagram.

Kris diz que ela está prestes a se encontrar com Kim e Kanye – ela diz assim, toda casual – e, em seguida, os três se reunirão e irão para Balmain show, onde Kendall desfilará.

Kendall, ouvindo o que sua mãe fala, está se movendo ao redor da sala com a inquietação de uma adolescente entediada e a facilidade de alguém que vive basicamente em quartos de hotel, pega um saco amarelo de Selfridges e tira um chapéu de pele de coelho de feltro preto, um pouco de edição limitada de Karl Lagerfeld, vendido exclusivamente na Selfridges e comprado recentemente com orgulho por Kris. Kendall coloca o chapéu e se vira para se analisar no espelho de sua mãe.

Agora, talvez seja o jet lag, mas todo este cenário parece simbólico. Se você vai entrar comigo no reconfortante cenário de Keeping Up with the Kardashians, vou confessar por um momento… Por um tempo era comum apontar para os Jenners-Kardashians como uma espécie de nova e deprimente evolução da família americana, cujo desejo de fama foi tão forte que realmente os tornou famosos, todos julgavam. Mas uma coisa que você realmente tem que saber é que, sentado no sofá amarelo limão do Four Seasons suite, assistindo Kendall Jenner experimentar um chapéu nomeado para ela mesma, enquanto sua mãe orgulhosa a olha, Kendall Jenner venceu tudo isso.

Vamos agora esquecer seu chapéu de $630. Ela tem o que devemos desejar para os nossos filhos e os filhos dos nossos filhos: uma vida de trabalho estável e boa sorte. Você pode zombar, mas é verdade. Eu sacrificaria tudo para a minha filha futura estar nesta exata suíte, experimentando esse chapéu. É infectante seu conforto aqui. Meu avô cresceu em um orfanato em Brooklyn e agora estou em Paris, levando meu trabalho para o  Four Seasons, e todos os meus antepassados ​​estão devidamente orgulhosos, muito obrigado. Mas os Jenners poderiam muito bem ter montado aqui em um vagão de trem, a medida em que eles foram incessantemente arremessados em direção à linha de chegada do sonho americano.

E Kendall é o “produto” mais refinado da família, muito bem sucedida.”Minha vida sempre foi diferente enquanto eu estava crescendo”, diz ela. “Quero dizer, mesmo antes do show, o meu pai era quem ele é. Ele é um atleta olímpico. E nós estávamos indo para estreias, como Procurando, e nós éramos crianças pequenas, antes do show, andando pelo tapete vermelho”. Quando criança, ela visitou o rancho Neverland. “Lembro-me, quando eu estava saindo, Michael Jackson estava entrando. E eu estava, tipo, ‘Oh, meu Deus! É o Michael Jackson!’ ”

Fora do Four Seasons, os paparazzi se multiplicaram. A equipe de Jenner trocou o nosso pequeno carro por um corpulento Range Rover, e carinhosamente, Kendall pergunta ao motorista se ele se importaria de deixá-la assumir o volante em seu lugar. Bruce lhe ensinou a dirigir quando ela tinha apenas 10 anos, ela diz; fazê-lo agora “faz-me sentir como se eu estivesse em casa.” Ela dirige tão facilmente, tão naturalmente, que me leva um momento para perceber que ela está fazendo isso dentro de uma avalanche de fotógrafos em carros e em scooters, mergulhando e girando em círculos ao redor dela. Fico com vertigem só de olhar para fora da janela. Mas ela está sorrindo.

Esta vida, a caravana louca dos homens suicidas  à direita do carro, é tudo o que ela conhece. Pense sobre isso! Nenhum de nós escolhemos onde nós nascemos, mas poucos de nós nascem em circunstâncias como a dela. Cresceu literalmente ao vivo na televisão, até o ponto onde ela não se lembra como sua vida era realmente antes de Keeping Up With The Kardashians. Sua mãe e irmãs escolheram esta vida. Mas “eu e minha irmã fomos colocadas nisso”, diz Kendall. “Tipo, ‘Ok, terá um programa de TV ao redor da gente.” Nós não temos uma palavra a dizer. E como poderíamos ter uma palavra a dizer? Foi em nossa casa. Não havia nenhuma maneira que não poderíamos estar nisso. ”

Você acha que você teria escolhido se você tivesse escolha?

“Como agora?” Ela parece realmente surpresa com a pergunta. “Honestamente, eu não posso responder a essa pergunta. Eu não tenho ideia. Eu não me lembro. Eu tinha 10 anos quando começou o programa de TV. Eu não me lembro de como era minha vida antes. ”

Ela não está brava com o show ou como as coisas aconteceram, diz ela. Longe disso. Só renovaram o contrato no E! na verdade: mais quatro anos vivendo sob a câmera ao lado do resto de sua família em troca de supostos US $100 milhões. Sua carreira de modelo agora está indo muito bem, e ela não ignora que isso tem algo a ver com quem ela era antes de decidir ser modelo. Paris na primavera, quem poderia estar brava?

Ela não escolheu isso, mas é tudo o que sabe, e até agora ela não fez nada, mas aprecia. “É realmente estranho. Eu entendo que não é normal”, diz ela, tentando por um momento olhar por um outro lado, maravilhando-se com uma vida que parece tão impossível para habitar. “Mas isso é normal.”

 

O desfile da Balmain acontece no Le Grand Hotel, onde no ano passado, diz Kendall, “algum ativista, bateu na minha irmã, Kim.” Eu meio que sorrio para o absurdo da imagem que ela me descreve, nós dois nos deslocamos no lobby e no térreo, seu segurança gigante nos abrindo um caminho, mas eu não estranho, lembrando da história de Kim que Kendall me contou.

Hadid (Gigi Hadid), Kloss (Karlie Kloss), e Joan Smalls estão aqui. Adriana Lima também. Trinta ou quarenta modelos sentadas nos bastidores fazendo suas maçãs do rosto mais afiadas em meio a mistura de cores de batons. A grande sala circular, no porão do hotel, tem cheiro de café e cola. Esta semana, os tablóides estão cheios de histórias sobre Kendall sendo intimidada por suas companheiras por conta de suas raízes num reality show, mas eu posso dizer, as outras modelos aqui, que parecem super jovens e super altas, estão se alinhando. Para o tanto de beijos no ar e elogios, se há uma garota popular nesta sala, é ela.

Houve um momento, não muito tempo atrás, quando as aspirações de modelagem de Kendall parecia talvez apenas mais uma estratégia do reality show, uma história tão efêmera quanto o episódio inconveniente da bexiga pequena de Kris ou a vez em que Kim se tornou uma detetive particular. Mas, em seguida, Kendall foi e construiu uma carreira real em que ela é considerada genuinamente presenteada por aqueles que querem saber. “Eu não fiz isso porque eu senti que eu tinha que provar alguma coisa”, diz ela, enquanto está provando alguma roupa. “Esta é uma carreira que eu sempre quis. E, quer dizer, o que mais eu estaria fazendo? Eu provavelmente teria ido à escola para obter uma ideia do que eu queria fazer, quando eu já sabia o que queria.”

Ela deliberadamente quis manter as câmeras do o E! distantes a partir desta parte de sua vida. “Eu disse a eles desde o início, tipo, ‘Ok, amo vocês, mas nós não vamos fazer isso. Você não vai me acompanhar para shows, você não vai estar comigo nesta viagem.” Ela não pode fazer nada se as pessoas contratam ela por sua fama pré-existente, mas ela preferia que não, que ela fizesse isso por conta própria.

Agora aqui vem Kanye, Kris e Kim, uma tempestade de luz e barulho indo em direção a primeira fila, Kim escolheu este momento para revelar um novo corte de cabelo loiro, Solange Knowles, Lewis Hamilton e Emily Ratajkowski estão atrás deles. O show começa primeiro com ópera e, em seguida, com os tons estrangulados de Fall Out Boy. O tapete está estendido e Kendall quebra um salto, mas nignuém sabe; na verdade, ela parece alegre, super focada, a cara de uma modelo indo fazer seu desfile.

Depois disso é o caos, as pessoas correm para os bastidores. Kendall está de volta nas suas roupas normais agora e eu finalmente percebo que os óculos de sol que estão em cima de sua cabeça são para quando ela abaixa-os contra os flashs, toda uma avalanche de fotógrafos que atinge a gente, cerca de nove centímetros longe de seu rosto.

Enquanto ela tenta sair do prédio, seu segurança está cuidando de Kris, o que significa que Sebastian, seu pequeno piloto francês, é seu segurança através da multidão crescente. Nos primeiros degraus do hotel, entramos em uma multidão literal, rangendo e gritando, como algo de época medieval, e Kendall é quase arrastada pela multidão.

As pessoas estão puxando as roupas e os cabelos dela, gritando o seu nome. Há centenas deles e ela mantem a cabeça abaixada, tentando caminhar, enquanto a multidão surge à frente e todo mundo está gritando, mas é muita gente então não podemos entender nada. Estamos todos balançando agora, onde você sabe que se você perder o equilíbrio, será pisoteado. Eu faço um obituário em minha mente- “Kendall Jenner e Companhia morrem em Paris após serem pisoteados” -E começam a me empurrar para trás. Kendall tem um tipo de sorriso de pânico, uma cena que mostra que uma mulher glamourosa está finalmente começando a sentir medo. Finalmente, chegamos no carro e ela mergulha e eu mergulho atrás dela e antes que o carro se afaste, ela já está no telefone com Kris.

E aí, o que vocês acharam da reportagem?

Aproveite para ler também:
Espere! Não se vá antes de deixar o seu comentário sobre o post




O Kendall Brasil não possui nenhum tipo de contato com a Kendall ou alguém próximo a ela, tampouco somos ela, somos apenas um fã site feito por fãs e para fãs a fim de informar e unir os fãs da Kendall no Brasil. Todo o conteúdo postado aqui pertence a equipe do Kendall Brasil, caso utilize pedimos que dê os devidos créditos à nós, fica proíbida a cópia total ou parcial deste layout assim como, também deste site! Esperamos que tenham gostado da visita e voltem sempre!